terça-feira, 24 de março de 2009

ALTERAÇÕES NAS DATAS DAS ATIVIDADES DE CAMPO

Prezados Discentes:

As datas previstas para atividades de campo foram alteradas. Confira abaixo:

Visita ao Museu Geológico da Bahia - Dias 17 e 18/04
Aula de Campo Morro do Chapéu-Bahia- Dias 11 a 14/06

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

MUDANÇA DE PLANOS

Prezados Discentes:

O final de semana fugiu ao meu planejamento por diversas razões e por isso, havia planejado estar com vcs hoje no final da tarde no Lab/Geociências para exposição dos resultados e avaliação dos seminários, mas não será possível porque necessitei recorrer a algumas consultas médicas de caráter extraordinário.
Estarei ausente de casa hoje o dia todo.
Na terça (16/12)pela manhã vou estar disponibilizando os resultados no e-mail da turma e no BLOG e a tarde estarei no Lab/Geociências para apresentar a avaliação dos seminários e as provas para observação.
Não deixem de me procurar!
Atenciosamente,

Rita Barreto

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

APRENDENDO BIODIVERSIDADE ATRAVÉS DE PROJETOS DIDÁTICOS

PROJETO: PLANTA VIVA

ETAPAS OBRIGATÓRIAS QUE ANTECEDEM O PROJETO

Diagnóstico
Após entrevista com alunos, comunidade e encontro nas associações de moradores percebeu-se que na comunidade, muitos dos moradores desconhecem o valor nutritivo dos vegetais que geralmente estão disponíveis em sua roça e a importância que estes tem para a saúde.

Questões norteadoras
O que é um vegetal?
Qual as diferenças entre os vegetais e os animais?
Como podemos classificar os vegetais?
Como os vegetais podem contribuir para melhorar a alimentação humana?
Qual o valor nutritivo dos vegetais?
Qual a importância dos vegetais para a saúde humana?
Você conhece as vitaminas que estão presentes nas frutas que fazem parte da sua alimentação?
O que é uma alimentação alternativa?
Como reaproveitar os vegetais na alimentação alternativa?
De que forma os vegetais auxiliam no tratamento das doenças?
Quais produtos os vegetais da floresta podem oferecer?
Como os animais podem contribuir para a manutenção das florestas?
Qual a importância da biodiversidade dos vegetais ?
Quais as ameaças às florestas de sua região?

1. Tema : Biodiversidade

2. Problematização : Qual a contribuição dos vegetais para a vida humana ?
3. Tempo : 4 meses.
4. Clientela : Alunos, professores, pais e moradores da comunidade
5. Justificativa
Os vegetais são de grande importância para a sobrevivência humana e sustentabilidade do planeta. A partir da análise de que os alunos da comunidade não fazem uso freqüente dos vegetais na alimentação e desconhecem o valor destes para a vida humana na saúde mental e física, torna-se importante conhecer e construir conhecimentos com os estudantes da comunidade sobre o valor da biodiversidade dos vegetais, através do Projeto Didático : Planta Viva.

6. Objetivos Gerais
- Conscientizar os estudantes sobre a importância dos vegetais para a vida humana
- Promover a reflexão sobre a importância da manutenção da biodiversidade vegetal para o homem e para sustentabilidade do planeta.
.
7. Objetivos Específicos

- Identificar os vegetais como seres vivos;
- Diferenciar vegetais de animais;
- Conhecer as vitaminas que estão presentes nas frutas que fazem parte da alimentação
dos estudantes;
- Identificar as plantas medicinais que são utilizadas pelas pessoas que vivem na comunidade;
- Relacionar as plantas medicinais com as doenças;
-Discutir sobre a importância da alimentação alternativa para a saúde humana e para sustentabilidade da sociedade;
- Construir um cardápio com alimentação alternativa para as pessoas da comunidade;
- Reconhecer os produtos de origem vegetal que são extraídos das florestas tropicais;
- Conhecer a importância da manutenção da biodiversidade para vida humana e para a sustentabilidade do planeta;
- Identificar os animais responsáveis pela polinização e dispersão das plantas;
- Conhecer sobre as ameaças à biodiversidade vegetal da sua região.

8. Conteúdos
1. Seres vivos
2. Os Vegetais
2.1. Reprodução dos vegetais
2.2. Classificação dos vegetais
3. Os vegetais e a alimentação humana
3.1. Os vegetais e seus nutrientes
3.2. Alimentação alternativa
3.3. Plantas Medicinais
4. Produtos Florestais
5. Relação animal-planta
5.1. Polinização
5.2. Dispersão de sementes

9. Metodologia (Intervenções, Procedimentos, Disciplinas Envolvidas)

1. Promover a sensibilização sobre o tema do projeto
- Conto de uma história que enfatize a importância dos vegetais para a vida humana;
- Reconto da história pélas crianças na roda de leitura;
- Produção de texto sobre a história e criação de desenhos
Língua Portuguesa

2. Organizar um pique-nique com as crianças enfatizando que as frutas sejam as preferidas ;


- Solicitar com antecipação que as crianças levem para o pique-nique somente frutas;
- Cada criança deverá pesquisar sobre as vitaminas que estão presentes nas frutas que eles vão levar;
- Construir um painel de informações sobre as vitaminas presentes nas frutas e que são imprescindíveis para o equilíbrio da saúde.
- Cada criança deverá relatar o dia do pique-nique através da escrita de uma história.
Língua Portuguesa e Ciências
3. Fazer uma pesquisa em sala de aula sob a orientação do professor sobre as doenças que podem ser desenvolvidas pela ausência de vitaminas.

- Formar grupos na sala para que eles pesquisem sobre as doenças provocadas pela ausência das vitaminas;
- Solicitar que eles levem para sala material bibliográfico como fonte para a pesquisa.
- Registar todos os itens da pesquisa no caderno.
Ciências
4. Construir uma horta com plantas medicinais

- Discutir em sala de aula com as crianças sobre a importância das plantas medicinais;
- Listar as plantas medicinais mais usadas pelas famílias e sua indicação terapêutica;
- Preparar a terra para horta;
_ Formar grupos com as crianças para manutenção da horta;
- Construir um manual de cuidados com a horta.
Ciências
História
Geografia
5. Construir situações-problemas com as informações sobre os vegetais envolvendo as quatro operações básicas.

- Coletar dados com os alunos sobre as lavouras de suas famílias para construir os problemas.
- Fazer uma caixinha de problemas , com as sentenças desejadas, a fim de que as crianças criem os problemas.

Matemática
6. Construir um caderno de receitas com alimentação alternativa

Discutir o conceito de alimentação alternativa através da demonstração prática do uso de de cascas, talos, sementes e outras sobras vegetais;
Realizar as receitas com as crianças ;
- Construir um caderno de receitas com alimentação alternativas;
- Convidar os pais a participarem do dia da Saúde na mesa ( Todos degustarão das receitas).
Língua Portuguesa
- Texto Instrucional ( Receitas)
Ciências
Geografia
História
Matemática ( Medidas de capacidade kg, grama, litro)
7. Fazer uma exposição de produtos extraídos das florestas – Biodiversidade em nossa Casa

- Contar a história da exploração dos produtos das florestas brasileiras pelos portugueses na época da colonização;
-Utilize os procedimentos da atividade 6 do manual de Biodiversidade, p. 113.

Geografia
História
8. Realizar experimento para extração dos pigmentos dos vegetais.
- Explicar sobre o uso da tinta que era extraída do pau Brasil na época da colonização pelos índios e europeus;
- Utilize os procedimentos da atividade 5 do manual de Biodiversidade, p. 112 e 113.

Ciências
História
9. Organizar uma visita a uma matinha da região
Utilize os procedimentos da atividade 1 do manual de Biodiversidade, p. 101-108

Ciências
Português
Matemática
Geografia
10. Caracterizar os animais que são responsáveis pela propagação dos vegetais
- Construir cartazes com a imagem de animais que fazem a polinização e a dispersão das sementes;
- Caracterizar os animais que fazem a propagação dos vegetais;
- Criar uma história aonde Grãozito vai lutar para defender os animais responsáveis pela sobrevivência da floresta.
Ciências
Português
11. Construir livreto sobre o uso de plantas medicinais
- Pesquisar com as crianças através do conhecimento popular das famílias sobre a utilização das plantas medicinais;
- Fazer uma demonstração com as crianças sobre o uso dos chás;
- Construir um livreto contendo o nome da planta, a ilustração e sua indicação terapêutica;
- Fazer cópias dos livretos para distribuir nas comunidades.
História
Português
Ciências
12. Promover uma palestra com nutricionista na escola tendo como tema a importância dos vegetais para a saúde.
- Elaborar com os alunos uma entrevista sobre o que eles gostariam de saber a respeito de uma alimentação saudável;
- Entrevistar o nutricionista que visitará a escola.
_ Solicitar uma produção de texto sobre o que eles aprenderam na entrevista.
Ciências
Língua Portuguesa
13. Produção de poesias e panfletos em defesa das matas
- Incentivar a produção de poesias e textos informativos sobre os riscos que as matas estão sofrendo com as constantes ameaças;
- Mostrar primeiramente para as crianças a estrutura do texto poético e do texto informativo.
- Promover um concurso de poesias na escola sobre esse tema.
Língua Portuguesa
- Texto literário (Poesia)
- Texto Informativo ( Panfleto)
10. Avaliação:

- Acompanhamento contínuo dos alunos em todas as intervenções do projeto.
- Registro da participação dos alunos nos trabalhos individuais e coletivos;
- Registro do desempenho dos alunos nas atividades de produção oral e escrita, pesquisa, histórias, etc.

11. Ações Concretas (Pensando e Agindo Localmente)
Ações
Procedimentos
Acompanhamento nutricionista e distribuição da multi-mistura para as famílias;

Formar parcerias com outras instituições

Incentivo a criação de Hortas
comunitárias Medicinais

Distribuir panfletos nas comunidades para incentivar o plantio da horta medicinal;
Formar parcerias para arrecadação de mudas e sementes.
Distribuição de livreto sobre o uso das plantas medicinais para as famílias

- Solicitar patrocínio da prefeitura, sindicato rural e associações para impressão dos livretos;
Distribuição de Panfletos em defesa da manutenção das matas.
Solicitar patrocínio da prefeitura, sindicato rural e associações para impressão dos panfletos

12. Empreendimento
Sugestão: Realizar uma EXPO- BIODIVERSIDADE VEGETAL NA ESCOLA

Para realização dessa exposição cada disciplina responsabiliza-se pelo que será apresentado na exposição ;
São sugestões de trabalhos: Cartazes, histórias, poesias, danças, jograus, teatro de fantoches, etc.
13. Referências Bibliográficas ( Fontes que serão utilizadas para elaboração e execução do projeto)

ALMASSY, A. J. et al. Folhas de Chá : Plantas medicinais na Terapêutica Humana. Viçosa: Ed. UFV, 2005.

BARRETO, R. C. A. B. Biodiversidade. Manual do Professor. Programa Despertar/Meio Ambiente/SENAR/BA. Fortaleza: RDS Gráfica e Editora, 2006.

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Curiosidades sobre a Biodiversidade

Você sabe o que é um hotspot ?

Denominam-se hotspots – pontos quentes – as regiões biologicamente ricas do Planeta e que estejam com suas áreas em estado de risco.
O Brasil se destaca no cenário mundial por sua biodiversidade e abriga, entre os seus biomas, dois importantes hotspots: a Mata Atlântica e o Cerrado.
Você sabe por que a Mata Atlântica é considerada um hotspot?
Segundo informações da Aliança Para Conservação da Mata Atlântica (Fundação SOS Mata Atlântica e a Conservation International do Brasil), a Mata Atlântica está entre os cincos primeiros colocados na lista dos hotspots porque abriga grande biodiversidade. O total de mamíferos, aves, répteis e anfíbios chegam a 1.361 espécies, sendo 567 espécies endêmicas
1, o que representa 2% de todas as espécies do Planeta, somente para esses grupos de vertebrados. A flora possui 20.000 espécies de plantas, das quais 8.000 são endêmicas. A Amazônia e o Pantanal, embora sejam ricos em biodiversidade, não fazem parte da lista dos hotspots porque mais de 75% da sua cobertura é original.
Para José Maria, vice-presidente para a ciência da Conservation International do Brasil, as áreas naturais do Planeta foram divididas em megadiversidades, hotspots e grandes regiões naturais, com o intuito de identificar os países mais ricos em biodiversidade, os ricos em biodiversidades, porém com grande intervenção humana – os hotspots – e as grandes regiões naturais, maiores de 10.000km² e com pelo menos 70% de sua vegetação original intacta. Segundo ele, o Brasil está em uma situação extremamente privilegiada, pois é o país de maior biodiversidade do Planeta porque abriga dois hotspots, a Mata Atlântica e o Cerrado, e três grandes regiões naturais, a Amazônia, o Pantanal e a Caatinga. O mesmo autor ainda afirma que o Brasil não pode esquecer da Caatinga, pois é a única região natural inteiramente brasileira, ou seja, não é encontrada em nenhum outro país.
1 Endêmicas - Espécies que não existem em nenhum outro lugar do planeta; espécies peculiares de uma região.

Definindo Biodiversidade

A natureza é formada por vários tipos de ambientes, e cada um deles é ocupado por uma infinidade de seres vivos diferentes, que se adaptam a esses ambientes. O curioso é que mesmo os animais e as plantas, pertencentes a mesma espécie, apresentam diferenças entre si. A esse conjunto de seres vivos adaptados a determinados ambientes chamamos de diversidade biológica ou biodiversidade.
Para definir o que é Biodiversidade, precisamos primeiro entender o conceito de espécie. Segundo a maioria dos autores, são indivíduos semelhantes entre si, capazes de cruzar em condições naturais, deixando descendentes férteis.
A um grupo de indivíduos da mesma espécie nós chamamos de população, e a várias populações, que interagem entre si, em uma determinada área, nós as chamamos de comunidade. Então agora vamos analisar o que significa esse termo “biodiversidade”, que atualmente está sendo muito comentado pela mídia.

BIO = VIDA
DIVERSIDADE = VARIEDADE

Então o que seria essa variedade de vida de que tanto falam? Podemos chegar a conclusão de que Biodiversidade ou diversidade de espécies seria o número ou estimativa aproximada de indivíduos de todas as espécies em uma determinada área.
Segundo a Convenção sobre Diversidade Biológica – CDB –, assinada por 156 países, incluindo o Brasil, diversidade biológica “é a variabilidade de organismos vivos de todas as origens, como os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte, além da diversidade dentro das espécies, entre as espécies e de ecossistemas”.
O que faz os seres vivos diferentes uns dos outros é a maneira como os genes estão organizados em sua estrutura física. Os genes – unidades básicas da hereditariedade – são como as letras de um alfabeto. Assim como as letras se combinam para formar as palavras, os genes se combinam numa espécie para dar origem a uma forma de vida.
Segundo a Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica, projeto ZooBank, (www.zoobank.org), os cientistas já conseguiram catalogar mais de 1,5 milhão de espécies de seres vivos na Terra, e estima-se que pelo menos uma, em cada dez delas, vive no Brasil, e este é o motivo pelo qual nosso país é considerado palco da maior biodiversidade do Planeta.
Segundo Edward O. Wilson, autor de diversos livros sobre biodiversidade, cerca de 10 milhões de seres vivos podem formar a riqueza biológica do planeta, sendo que as florestas tropicais abrigam boa parte dessa riqueza. Considerando que a biodiversidade sustenta a humanidade, porque é dela que retiramos alimento, remédios e produtos industriais, é preciso envolver os educandos no processo de apropriação do conhecimento sobre a importância da preservação do meio ambiente.

Introdução

Com o crescimento econômico e a explosão demográfica, os problemas ambientais extrapolam as fronteiras nacionais, escapam das ações dos governos locais e nacionais e clamam por intervenções que alcancem todos os cidadãos do mundo.
A Educação Ambiental aparece nesse cenário como a ferramenta mais adequada para auxiliar na formação da consciência ambiental com vistas a grandes transformações sociais. Inserida nesse contexto, a conservação da diversidade biológica ocupa lugar de destaque na Agenda 21. Documento esse elaborado e aprovado no Rio de Janeiro, em 1992, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. O documento reafirma o valor da Biodiversidade e sua importância para a humanidade.
A biodiversidade pode ser comparada a uma tapeçaria intrincada de formas de vida que se entrelaçam e se constituem uma das maiores maravilhas deste Planeta. Conservar a Biodiversidade é contribuir para que os recursos naturais da fauna e da flora possam ser potencializados e utilizados de forma sustentável. Os tesouros medicinais e a exploração de maior variedade de recursos, na agricultura e na pecuária, podem ser indicados como grandes benefícios que a Biodiversidade oferece à Humanidade.
Reconhecer que grande parte da diversidade está se perdendo irreversivelmente, por causa da destruição de habitat naturais, suscita tomada de decisões sobre os planos de conservação da Biodiversidade para os séculos vindouros porque preservar a Biodiversidade significa nutrir a vida no Planeta. Educar para a sustentabilidade, portanto, implica rever teorias e objetivos da Educação, assim como modificar comportamentos, posturas e hábitos para o alcance de uma vida harmoniosa com a natureza.
Entrar em “... um novo tempo e em novo momento histórico, em que um novo homem, com novos valores e com uma nova visão de mundo, estabeleça uma vivência amigável e solidária uns com os outros, com todos os demais seres vivos, com a natureza e com o planeta Terra, gerando ações concretas que se traduzam em uma melhor e susbtancial qualidade de vida do ser humano, em todos os sentidos”, (Andrade, 1996) deve ser o maior compromisso do homem contemporâneo.
Compreender a importância da Biodiversidade requer mudança na forma de olhar a vida no Planeta, de olhar os seres vivos, de cuidar da terra e da semente para que a vida gere sempre flores e frutos.